Jornal do Vinho

A dança das uvas

Com 290 mil hectares, a Cabernet Sauvignon é uva mais plantada no mundo, seguida da Merlot; Tempranillo é a que mais cresceu em área cultivada entre 2000 e 2010

Which WinegrapeO economista especializado em vinho Kym Anderson da Universidade de Adelaide, na Austrália, disponibilizou gratuitamente um livro eletrônico (Which Winegrape Varieties are Grown Where?) que deve ser a mais completa radiografia do que se planta nos vinhedos do planeta (baixe aqui a obra). Ao longo de quase 700 páginas, Anderson fornece gráficos e mais gráficos que dão conta de quais variedades estão sendo mais cultivadas e quais andaram perdendo terreno entre os anos 2000 e 2010.  É tanta informação que daria para gerar um post distinto por dia apenas explorando os dados do trabalho. O livro traz estatísticas sobre a produção de uvas em 521 regiões de 44 países (Brasil inclusive) e informações sobre 2019 variedades e seus sinônimos. Segundo o autor, a obra mapeia 99% da produção global de vinho.

De acordo com o levantamento, a tinta Cabernet Sauvignon desbancou a espanhola Airén (cepa branca que era a variedade mais plantada em 2000) e se tornou a uva mais cultivada no mundo. Hoje seu vinhedo chega a cerca de 290 mil hectares. Segue a lista das 10 uvas mais cultivadas:

( Uva – área em milhares de hectares)

1 – Cabernet Sauvingon – 290
2 – Merlot – 267
3 – Airén – 252
4 -Tempranilho – 233. Foi a que mais cresceu entre 2000 e 2010, cerca de 140 mil hectares no período.
5 – Chardonnay – 199
6 – Syrah – 186. Foi a segunda que mais aumentou em área plantada na década passada, ganhou 80 mil hectares.
7 – Garnacha Tinta (Grenache Noir)- 185
8 – Sauvignon Blanc – 110
9 – Trebbiano Toscano (Ugni Blanc)- 109
10 – Pinot Noir –  87 

 

 

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email