Jornal do Vinho

Espumante italiano tipo exportação

Pela primeira vez, vendas no exterior superam o consumo da bebida na Velha Bota

Marcos Pivetta/www.jornaldovinho.com.br

09/01/2008

Enquanto a crise econômica internacional fez as vendas globais de champanhe caírem 10% no ano passado, os produtores italianos de espumantes venderam como nunca em 2008. Pela primeira vez, a exportação de espumantes superou o consumo interno, na Itália, do produto nacional. Foram comercializadas no exterior 163 milhões de garrafas de espumantes, um aumento de 11% ao ano anterior (a produção total desse tipo de vinho na Itália bate na casa das 310 milhões de garrafas). As exportações geraram um faturamente de 1,6 bilhão de euros, 29% a maior do que em 2007.

“O espumante (italiano) está claramente superando o Champanhe e seduzindo os mercados estrangeiros porque ele bate os outros espumantes no quesito relação qualidade-preço”, disse Giampietro Comolli, presidente do Forum Spumanti & Bollicine, entidade que representa os produtores de espumantes italianos, ao site da revista inglesa Decanter. A Itália é o terceiro maior produtor de espumantes. Seus principais espumantes são o Asti (doce), o Prosecco, o Franciacorta e o Trento.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *