Jornal do Vinho

Os destaques da Expovinis 2010

Feira deste ano terá a maior participação de vinícolas brasileiras da história e boa presença da França

Marcos Pivetta/www.jornaldovinho.com.br*

16/04/2010
© Reprodução

expovinis A 14ª edição da Expovinis Brasil, maior feira de vinhos da América Latina, que ocorre em São Paulo entre 27 e 29 de abril, promete surpresas aos visitantes. A começar pelo novo local do evento, que neste ano ocorre no Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte, na Vila Guilherme, zona norte da capital paulista. Distante pouco menos de 2 quilômetros de duas estações de metrô (Carandiru e Tietê) e do Terminal Rodoviário do Tietê, o Expo Center Norte é de fácil acesso por transporte público. Para fugir dos grandes engarrafamentos de São Paulo, talvez o jeito mais rápido de ir à Expovinis seja desembarcar do metrô nas proximidades do local e completar o trajeto a pé (para quem estiver em forma e animado a andar) ou pegar um táxi. “Não havia datas disponíveis em outros lugares para fazermos a feira”, diz o português Domingos Meirelles, diretor da Exponor Brasil, empresa organizadora do evento. “Era mais importante mantermos a data da feira, que deve ocorrer antes do inverno, do que o lugar”.

Os organizadores da Expovinis, que estará aberta das 14h às 22h, estimam que 15 mil pessoas deverão visitar os cerca de 250 stands de expositores. A feira ocupará uma área de 12 mil m2. O primeiro dia do evento é reservado exclusivamente a profissionais do setor, sendo a presença do consumidor final permitida nos dois últimos dias da feira, sempre após as 19h. Paralelamente à feira de vinhos, acontecem no mesmo pavilhão a 7ª edição da Brasil Cachaça e a 10ª Epicure – Feira Sul-Americana do Tabaco e do Presente Fino.

Como ocorreu em 2009, a participação de produtores brasileiros deverá ser um dos destaques da Expovinis. Além dos stands próprios de algumas vinícolas nacionais (Miolo, Salton, Casa Valduga, Pizzato, Lídio Carraro), o Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) contará com um espaço coletivo, o Vinhos do Brasil. O stand do Ibravin terá 520 m2, cerca de 50% maior do que o do ano passado, e reunirá aproximadamente 50 vinícolas, um número recorde de empresas participantes do projeto (em 2009 eram 25 empresas). “Vamos juntar num mesmo espaço produtores de três estados, do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Pernambuco”, afirma Diego Bertolini, gerente de marketing do Ibravin. “Sera a maior participação de vinícolas brasileiras numa feira”. Dentro do espaço Vinhos do Brasil, as vinícolas serão subdivididas em regiões, como Serra Gaúcha, Campanha, Petrolina e Santa Catarina. Além desse grande stand coletivo, o Ibravin terá um mezanino de 36 m2 onde, em parceria com o Senac/SP, serão realizadas palestras e também workshops sobre harmonização de comidas e vinhos brasileiros.

A França é outro país que terá um stand de peso, também com cerca de 500 m2, com representantes de suas principais regiões (Bordeaux, Borgonha, Champagne, Rhône, Alsácia, Vale do Loire, Provence e Languedoc). A Itália, quase sempre uma participante discreta na Expovinis, deverá ter mais visibilidade nesta edição do evento. Onze produtores do Lazio, Toscana, Veneto, Friuli, Umbria e Abruzzo estarão na feira. “Neste ano, a Itália vai ter uma presença mais digna de sua importância no mercado de vinhos”, comenta Meirelles. Grandes blocos de produtores representando países ou regiões vinícolas também serão um dos destaques da Expovinis. De Portugal, país sempre bem representado, haverá os stands da ViniPortugal, que estréia na feira, da AEP (Associação Empresarial de Portugal), da Fenadegas (Federação Nacional das Adegas Corporativas em Portugal) e da Comissão Vitivinícola da Região do Alentejo, Dão e Lisboa. Da Espanha, vinícolas das regiões de Castilla-LaMancha e de Aragón também estarão debutando no evento.

Dentro do stand do ProMendoza, tradicional expositor, um dos destaques será o espaço da Wines of Argentina, entidade que trabalha o marketing do vinhos daquele país no exterior e que participa pela primeira vez da feira. Por fim, além dos stands de uma série de importadores, haverá ainda a presença de produtores de países do Novo Mundo com importante produção vinícola, como o Chile, a África do Sul e a Nova Zelândia. Três gratas surpresas serão os expositores de nações que não costumam investir no mercado brasileiro: Grécia (três produtores), Sérvia (ao menos uma vinícola) e Bolívia (três produtores).

Convidados internacionais – Neste ano, a feira não trará nenhum Master of Wine ou crítico internacional entre os seus convidados. Os visitantes vindos do exterior têm um perfil mais ligado à produção de vinhos e serão quatro: o enólogo franco-chileno Patrick Valette; Joan Pujol, da vinícola espanhola Torres; Lorenzo Zonin, especialista em conversão de vinhedos à biodinâmica; e o italiano Davide Rosso, produtor de Barolo. Os convidados conduzirão provas especiais de vinhos e participarão de atividades durante a feira. Como já virou uma tradição da Expovinis, um júri especializado irá escolher os dez melhores vinhos da feira, os chamados Top Ten. O resultado da escolha será divulgado no primeiro dia do evento.

SERVIÇO

Evento: Expovinis Brasil 2010

Local: Expo Center Norte – Pavilhão Vermelho – Vila Guilherme – São Paulo

Data: 27 a 29 de abril

Horário: das 14h às 22h para profissionais do setor. Para o consumidor final, a feira estará aberta apenas nos dias 28 e 29 das 19h às 22h.
Ingressos: R$ 40,00 para o consumidor final, incluindo uma taça para degustação ou R$ 30,00 sem a taça. Estudantes de hotelaria, nutrição, gastronomia, enologia e turismo munidos de RG e de comprovante do curso pagam R$ 15,00 (sem direito à taça). A entrada é franca para os profissionais do setor. A feira é aberta apenas para maiores de 18 anos.

Informações e credenciamento dos visitantes: www.exponor.com.br, pelo email [email protected] ou no telefone (11) 3141-9444.

*Esta matéria foi originalmente publicada na edição de abril de 2010 do Bon Vivant.

Print Friendly, PDF & Email
Tagged on: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *